qg_nopok_img_1920x1080_0006.png
qg_nopok_img_0015.png
qg_nopok_img_0014.png
qg_nopok_img_0013.png

O Coletivo Nopok foi criado em 2007 e é formado pela dupla Daniel Poittevin (URU) e Fernando Nicolini (BRA). O grupo se dedica à construção de uma linguagem própria dentro do universo do circo e da comicidade. Sua trajetória evidencia aspectos centrais para a elaboração do seu trabalho, como a mistura de linguagens e de habilidades, o contato direto com o espectador e a capacidade de adaptar-se a diferentes espaços e ocasiões.

 

Em 12 anos de estrada o grupo construiu um repertório ativo de 3 espetáculos, No Pocket – Um Espetáculo para Todos os Bolsos (2009), Deslizes (2013) e Carrilhão (2015), diversos números e cenas, e uma vasta gama de outras atividades relacionadas a arte circense. O Nopok tem como foco a pesquisa continuada em circo e atua com seus espetáculos, números e oficinas em diferentes frentes: realização de projetos próprios, participação em festivais, mostras e encontros, venda e circulação dos seus espetáculos, e a realização de festivais e convenções de circo.

 

Nos últimos anos destacamos a remontagem do espetáculo “Deslizes” em 2016 (com direção de Renato Linhares) e a realização de diversas temporadas no Rio de Janeiro, e a criação de “Carrilhão: Vende-se Coisas Velhas de Palhaço”, com a direção de Daniela Carmona e de Adriano Basegio da Cia do Giro (POA), que permitiu ao grupo se reinventar mais uma vez, misturando o circo ao teatro, e assim somar novos elementos a cena e lançar novos voos. O grupo também renovou seu repertório de números com a criação de “Rodas” e “Entre Quedas”, com a direção de Fábio Freitas e Emerson Noise respectivamente.

Em comemoração aos 10 de grupo em abril de 2017, foi realizada a III Nopok Mostra que reuniu mais de 70 artistas nacionais e internacionais em 13 espetáculos e cabarés de circo no Teatro Municipal Ziembinski (RJ), totalizando aproximadamente 3000 espectadores.

 

Vale destacar a participação do Nopok desde 2012 no “Ciência Móvel - Arte e Ciência sobre Rodas”, do Museu da Vida/FioCruz, museu itinerante que viaja pelos interiores da região sudeste do país. O grupo é também organizador da Convenção Carioca de Circo que em 2018 chegou a sua 5ª edição e ainda em 2018 realizou a 19º Convenção Brasileira de Malabarismo e Circo.

 

Outro projeto importante realizado pelo grupo é a Caravana Nopok, projeto que se dedica a circular por cidades de pequeno porte. As caravanas já passaram pelos estados de Amazonas, Minas Gerais, Distrito Federal, Espírito Santo, Bahia e Rio de Janeiro.

 

Seus espetáculos são direcionados a todo tipo de público acreditando no poder transformador do fazer artísticos, principalmente através do riso. Nopok trabalha no sentido de reinventar, revigorar, fortalecer e manter viva a tradição dos artistas circenses no imaginário das pessoas e de resgatar a relação afetiva com o circo.

Principais Realizações,

Projetos e Participações

nos últimos anos:

- Fundo de Arte e Cultura de Goiás - Edital de Fomento ao Circo: “Carrilhão pelo Cerrado”,circulação de espetáculo por cidades do interior de Goiás;

- Circuito SESC das Artes/SESC-SP: Região de Catanduva, Osasco e Piracicaba – 04/2017;

- Realização III Nopok Mostra, Teatro Municipal Ziembinski – 04/2017;

- Circuito Funarte Cena Pública 2016: Circulação “Carrilhão” pelas cidades de Manaus(AM), Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF);

- Fomento Cidade Olímpica 2016 - SMC/RJ: Circulação “No Pocket” por praças da Cidadedo Rio de Janeiro;

- Programa de Fomento à Cultura Carioca SMC/RJ (Manutenção 2015): Circulação“Carrilhão” por praças da cidade do Rio de Janeiro, Temporada espetáculo “Deslizes”,criação de novos de números e realização das 1ª e 2ª Nopok Mostra;

- Prêmio Funarte Arte nas Ruas “Caravana BR – 101”: Circulação “No Pocket” nos estadosdo Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia;

- Circuito Teatral SESC 2014: Circulação “No Pocket” pela rede de teatros SESC/RJ;

- SESI Cultural 2014 - Circulação "No Pocket” pela rede de teatros SESI/RJ;

- Programa de Fomento à Cultura Carioca SMC/RJ: Circulação de repertório do grupo nasArenas e Lonas Cariocas;

- Circuito SESC das Artes 2014 – SESC/SP: Circulação “No Pocket” pelo interior do estadode São Paulo;

- Circuito SESI Viagem 2012 - Teatral/Arte-Educação (SESI/SP): Circulação “No Pocket” emescolas do interior do estado de São Paulo;

Festivais

- Realizador da 19º Convenção Brasileira de Circo – Rio das Ostras/RJ;

- 20ª Mostra Sesc Cariri de Culturas 2018;

- 1º, 2º, 3º, 4º e 5º Festival Internacional de Circo/RJ;

- 7º, 9º e 10º Circo Volante - Encontro Internacional de Palhaços de Mariana/MG;

- 2º Festival Internacional da Utopia (Maricá/RJ 2018);

- Realizador da 5ª Convenção Carioca de Circo (Rio das Ostras/RJ);

- Festival Maloca Dragão 2018 (Fortaleza/CE);

- Virada Cultural Paulista (São Paulo/SP 2018);

- 26ª Mostra de Teatro de Anápolis (Goiás 2018);

- 13º Festival Nacional de Teatro de Limeira - SP;

- 5º Eu Riso – Encontro Internacional de Palhaços de Fernandópoilis/SP;

- Festival Espiaí de Circo – SESC Pantanal;

- 9º e 12º Festival de Circo do Brasil/PE;

- 4º Festival Curitibano de Circo - PR;

- 3ª Mostra de Circo de Rua de Rio das Ostras-RJ;

- 3° Festival de Artistas de Rua de Porto Alegre-RS;

- 6º Festival Popular de Teatro de Fortaleza/CE;

- 2º Festival Internacional de Circo do Ceará/CE;

- 25º Festival de Inverno de Garanhuns/PE;

- 14º Anjos do Picadeiro – Festival Internacional de Palhaços/RJ;

- 8º Festival dos Inhamuns - Circo, Bonecos e Artes de Rua;

- 6ª Mostra Zezito de Circo/DF;

- FILO - Festival Internacional de Londrina/PR;